top of page

O encontro dos Autores Audiovisuais mais importante do mundo será realizado em novembro na Cidade do México

Os dias 5, 6 e 7 de novembro de 2024, a Federación de Sociedades de Autores Audiovisuales Latinoamericanos (FESAAL) - no dia 5 - e a Confederación Internacional de Autores Audiovisuales (AVACI) - de 6 a 7 - coincidirão em suas assembleias anuais na Cidade do México.


Nesta ocasião, as sociedades anfitriãs que receberão autores audiovisuais de diferentes países do mundo serão a Sociedade Mexicana de Diretores Realizadores de Obras Audiovisuais (SOMEDIRE), uma das mais antigas da América Latina fundada em 1963 e presidida pelo diretor Juan Antonio de la Riva, e a Sociedade Geral de Escritores do México (SOGEM), com o escritor e dramaturgo Gerardo Luna Islas como presidente do Conselho Diretivo.


Ambas as assembleias fazem parte de um processo de profunda transformação que a FESAAL enfrentou junto com a maioria das sociedades latino-americanas que a compõem, uma reforma estatutária que coloca os autores audiovisuais, roteiristas e diretores na vanguarda da liderança e de todas as diretrizes e planejamentos de objetivos para o futuro da AVACI.


 Juan Antonio de la Riva - Presidente da SOMEDIRE / Gerardo Luna Islas - Presidente da SOGEM

Uma nova etapa

Para este ano de transição da AVACI, foram estabelecidas autoridades provisórias com um mandato de 12 meses a fim de resolver todas as questões formais, legais, fiscais e contábeis (a confederação será registrada sob as leis da República Argentina, com sede na cidade de Buenos Aires), onde a ideia tanto da existência de uma Federação como a FESAAL quanto de uma Confederação como a AVACI foi concebida durante as sucessivas visitas de todas as sociedades latino-americanas às sedes das sociedades Diretores Argentinos Cinematográficos (DAC) e a Sociedade Geral de Autores da República Argentina (ARGENTORES).


Para o período atual, foi escolhido como Presidente provisório Miguel Ángel Diani, roteirista de cinema e presidente da ARGENTORES, uma das sociedades de roteiristas e autores dramaturgos mais antigas da América Latina, prestes a completar 115 anos. Como Vice-Presidenta foi escolhida a reconhecida autora Daniella Castagno, atual presidente da ATN de Chile, e foi reeleito como Secretario General o diretor e roteirista Horacio Maldonado, pertencente à sociedade DAC da Argentina, onde também ocupa o mesmo cargo.


Desafios para um futuro promissor

Neste momento, a Confederação Internacional de Autores Audiovisuais (AVACI) está trabalhando nos estatutos que garantirão seu registro legal. "Desta forma, poderemos retomar o caminho que vínhamos percorrendo desde a FESAAL, que é o de gerar leis que permitam a existência de Sociedades de Gestão de direitos autorais audiovisuais nos países onde elas não existam", afirmou Miguel Ángel Diani, Presidente provisório da AVACI.


Miguel Ángel Diani, presidente da AVACI


Ao mesmo tempo, Diani acrescentou que: "com o enquadramento legal, poderemos levar ao mundo nossos objetivos inabaláveis: o apoio a sociedades emergentes, a criação de sociedades de gestão audiovisual e leis adequadas. Retomar o trabalho de autores para autores. Sem intermediários".


Nesse sentido, espera-se que todas as questões legais e formais estejam concluídas nos próximos meses para, assim, formalizá-las na anunciada Assembleia Geral Ordinária deste ano na Cidade do México.


 Daniella Castagno, vicepresidenta da AVACI


"O apoio e a unidade entre as sociedades de gestão têm sido, são e serão fundamentais para continuar sonhando e avançando com firmeza. Nos acompanha a convicção da solidariedade, transparência e lealdade entre colegas, que nos trouxeram até aqui. Estou completamente segura de que somos nós, os autores, quem conhecemos o cerne de nossas necessidades e quem deve velar por nossos direitos", afirmou a roteirista Daniella Castagno, Vice-Presidenta da AVACI.


Por sua vez, o Secretario General da AVACI, Horacio Maldonado, destacou que "AVACI continua crescendo agora mais do que nunca também com as iniciativas de India, o fortalecimento de África e a ajuda que há anos prestamos a Coreia do Sul e que está alcançando esta sociedade seus objetivos graças a isso. Além disso, continuam a se somar novas sociedades aos planos de desenvolvimento na América Latina e isso nos deixa muito contentes".


Cabe destacar que a AVACI, além de abranger todas as sociedades da América Latina, tem promovido mudanças na legislação em muitos territórios e sociedades que hoje estão arrecadando e distribuindo direitos para seus autores audiovisuais e para todos aqueles com acordos de assistência recíproca no resto do mundo.


Horacio Maldonado, secretário geral da AVACI


Além disso, tem a função principal de fornecer o Sistema AVSYS: um sistema operacional potente e capaz de administrar toda uma sociedade de gestão, com os módulos de autor e obra, arrecadação e distribuição. As sociedades emergentes recebem absolutamente tudo gratuitamente, com o aconselhamento e o treinamento necessários incluídos oferecidos pela FESAAL e pela AVACI em formato aberto e sem que essas sociedades precisem investir um único dólar.





Comments


bottom of page